Resenha: Despertar

by - 09:37


Romances compõem meu gênero literário favorito, mas fazia algum tempinho que não me envolvia tanto com uma história de amor. Quando li a sinopse de Despertar sabia que precisava conhecer o amor de Liv e Dean. Quando o livro chegou não consegui parar de ler até virar a última página. Quando acabei só conseguia querer mais! Afinal, é isso que os romances fazem com a gente, né?

Quer saber porque essa história de amor me deixou tão viciada? Então confira a resenha de Despertar:

"Um casamento baseado no amor, no desejo e na confiança. Um segredo guardado com a melhor das intenções. Um relacionamento — intenso e imperfeito — colocado à prova. Dean West é o grande amor e o porto seguro da vida de Olivia. Um marido dedicado, um parceiro intenso e, acima de tudo, um homem completamente apaixonado por sua mulher. Conhecedor dos segredos mais obscuros da esposa, Dean a possui por completo — hoje, amanhã e sempre. Mas o casamento aparentemente perfeito dos dois é abalado quando Olivia descobre uma faceta até então desconhecida do passado do marido. Será que a força dos sentimentos que eles têm um pelo outro será capaz de prevalecer sobre a dor da decepção? Neste primeiro livro da série Espiral do Desejo, a autora best-seller Nina Lane dialoga com o romântico que habita em todos nós, através da história de um casal apaixonado e imperfeito que conta com o poder do amor para superar as dificuldades encontradas pelo caminho."


FICHA TÉCNICA

Título: Despertar
Autora: Nina Lane
Ano: 2018
Páginas: 320
Idioma: Português 
Editora: Paralela (Companhia das Letras)
Nota: 5/5
Compre: Amazon
Comprando por esse link você ajuda e incentiva o Nostalgia Cinza
LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA


Uma das minhas maiores vontades como leitora de romances era ler uma história que narrasse o dia a dia de um casal já formado. A imensa maioria dos livros trata da atração inicial e desenvolve a química dos personagens até o momento em que, depois de altos e baixos, eles se acertam no final do livro. A história quase sempre termina logo quando, na minha concepção, a parte verdadeiramente boa começa. Acho uma delícia acompanhar aqueles primeiros encontros, os momentos iniciais dos relacionamentos, mas sempre senti falta de narrativas que já trabalhassem com casais juntos e apaixonados, sentia falta de ler uma história em que o amor já estava ali. Despertar chegou para saciar toda essa minha vontade que me fazia escrever narrativas eu mesma.

Ler romances para mim é como voltar para casa. Histórias de amor sempre fizeram parte do meu gênero literário favorito e, apesar de não ter muitas restrições com relação aos livros que leio, quando me deparo com um romance sempre tenho a sensação de estar diante de um velho conhecido que tanto fazia falta. Quando encontro um romance impossível de largar então? Devoro as paginas como alguém sedento por água depois de passar dias no deserto. Enquanto me aventurava em diversos gêneros literários novos pra mim, acabei deixando de lado os romances que eu lia com uma frequência invejável. Despertar veio para me trazer de volta para casa, me entregando uma história de amor simplesmente deliciosa e irresistível. O amor de Liv e Dean me fez devorar as paginas apaixonada e terminar o livro em um dia.

“Rolo de lado, adorando sentir o cheiro dele na minha pele, com uma pontada deliciosa e dolorida entre as pernas – uma prova de que me possuiu completamente.
Dean me puxa para mais perto. Deslizo para seu lado, enfiando uma perna entre as dele, apoiando o rosto em seu ombro e passando a mão pelo seu peito suado.
‘Não vai embora, bela.’ A voz dele sai rouca.
‘Nunca’.” Página 33


Apesar de começar com o casal já apaixonado e em um relacionamento consolidado, a história logo de cara trata de problemas que viram uma bola de neve de pensamentos, sentimentos reprimidos, desentendimentos e consequências fundamentais pra abalar essa relação que era, até então, perfeitamente estável. Os problemas, a meu ver, não são questões bobas, eles fazem parte de todo um contexto que contribui para que o casal, por mais apaixonado que seja, questione certezas.

É um daqueles livros impossíveis de não se identificar de alguma forma com um dos dois protagonistas, além de fazer com que o leitor questione o futuro de um casal perdidamente apaixonado. É um daqueles livros com altos e baixos que fazem cada página mais linda e sofrida que a anterior. Gostei dos dilemas que Nina apresenta e acho que, por mais clichês que alguns possam parecer, a forma como ela os apresenta e trabalha as ações e pensamentos dos protagonistas, os torna válidos na narrativa.

“Acordei com o brilho avermelhado do relógio iluminando parte do quarto. Uma e trinta e dois. Joguei de lado as cobertas e fui até a cozinha buscar um copo d’água. As cortinas da sala de estar estavam entreabertas, permitindo que o luar iluminasse Dean no sofá. Com o copo na mão, cheguei mais perto para observá-lo. 
Deveria ser estranho que a presença dele fosse reconfortante em vez de motivo de apreensão, mas tudo parecia totalmente... normal.” Página 107

Despertar é um romance bem escrito, extremamente envolvente e que traz o leitor para dentro da vida de Liv e Dean de uma forma que poucos romances conseguiram fazer comigo. É um livro que não precisa vitimizar a protagonista mesmo com todos os traumas que ela carrega e não a coloca como submissa do homem, ponto que, inclusive, é questionado por Liv em alguns momentos da narrativa. Não é um romance abusivo, no momento em que as ações de ambos começam a se tornar pouco saudáveis para o relacionamento acontece uma quebra na relação que precisa se reconstruir de novo aos poucos. É a prova de que não é preciso ter um protagonista manipulador e abusivo para contribuir uma narrativa intensa e delirante. 

Com uma fonte agradável, uma diagramação simples, mas bonita, Despertar também é um livro bom para ler sem perceber o tempo passar enquanto folheamos as páginas. É um romance delicioso, com um casal tão envolvente que faz com que terminar a leitura renda uma bela ressaca literária. Tinha esquecido um pouco porque eu era tão apaixonada por histórias de amor e confesso que não me lembrava de como romances podem ser tão viciantes. Despertar chegou para me presentear com uma leitura incrível, uma linda história de amor e veio para me trazer de volta para casa.

Despertar é o primeiro livro de uma trilogia que continuará contando a história de Liv e Dean. Fiquei extremamente animada porque gosto de séries que exploram diferentes personagens, mas adoro ainda mais quando dão continuidade para uma história que merece ser contada em profundidade. Terminei o livro sedenta pela segunda parte dessa história e mal posso esperar pelo próximo livro. Alô, Paralela, vamos matar a vontade dessa leitora apaixonada? <3

Gostou da resenha e quer conhecer mais um romance de tirar o fôlego? Então confira a resenha da trilogia Redenção!

“Ele não encostou em mim. Poderia – tinha o pretexto perfeito -, mas não fez isso.
Preferiu se agachar para recolher meus papéis antes que o vento os espalhasse. Preferiu pegar minha bolsa da calçada e perguntar se estava tudo bem. Preferiu me proteger da rua movimentada enquanto eu removia a sujeira das palmas das mãos e tentava engolir o nó de frustração entalado na garganta.
Preferiu simplesmente esperar. Tive a estranha impressão de que seria capaz de esperar para sempre.” Página 9


Quer ficar por dentro de todos os posts do Nostalgia Cinza? Então assine a newsletter! É só colocar seu email, prometo não encher sua caixa de entrada <3 

You May Also Like

5 comentários

  1. Este livro me parece bem curioso..Na verdade se exite amor de verdade e a descoberta não for muito escabrosa certamente não ação separar o amor de duas pessoas...
    Agora basta ler o livro todo para saber qual será a descoberta...
    www.robsondemorais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É muito bom quando nos deparamos com uma história como essa, envolvente e apaixonante!! Apesar de preferir livros únicos, fiquei tentada a acompanhar essa trilogia. A narrativa parece ser bem interessante!!
    Bjs,
    Cidália.

    ResponderExcluir
  3. Devo confessar que ler não é o meu forte, mas minha irmã adora. Eu gostei muito da sua resenha e mesmo não lendo um grande amantes dos livros, consegui entender o enredo da historia e até posso dizer que com certeza começaria a ler essa estória para acompanhar os rumos tomados por Dean e Liv.

    ResponderExcluir
  4. Ultimamente tenho lido poucos romances também mas este me chamou bastante atenção. E eu ja tinha visto este livro em uma livraria mas não sabia que se tratava de uma trilogia. Gostei.. Assim que eu puder irei procurar ler!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Laura! Tudo bem?
    É sempre inspirador passar por aqui. Primeiramente acabei de ver as fotos do seu instagram e achei maravilhosas. Vou seguir.

    E que texto inspirador. Apesar de adorar romances/drama (esse é meu gênero favorito), Despertar não me convidou tanto. No entanto, seu texto tão apaixonado e poético foi uma coisa linda de ler. Deu pra perceber o quanto foi uma leitura ótima e emocionante para você.

    E nada melhor que voltar para casa né?

    - Bjux,
    Diego || Blog Vida & Letras ♥ @vidaeletras
    www.vidaeletras.com.br

    ResponderExcluir