Wishlist Literária - Especial Black Friday

by - 06:04

 


A Black Friday está chegando e decidi montar uma wishlist com os títulos que eu adoraria poder acrescentar à minha coleção ainda esse ano. Como já é tradição aqui no blog, compartilhei em um post essa listinha com os livros que selecionei para inspirar vocês também. 

Confira quais são os livros que eu adoraria poder comprar nessa wishlist literária especial de Black Friday!


1. A alma perdida por Olga Tokarczuk

"Ilustrada por Joanna Concejo, vencedora da Menção Especial do Prêmio Bologna Ragazzi 2018, A alma perdida, selecionada no White Ravens 2019, é a nova obra-prima da escritora polonesa Olga Tokarczuk, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura. Um livro que encanta, enternece e faz pensar. Era uma vez um homem que trabalhava muito e quase não prestava atenção no tempo que passava diante de seus olhos. Não que sua vida fosse ruim. Ele apenas sentia que tudo ao seu redor estava plano, como se estivesse se movendo na folha de um caderno de matemática inteiramente coberta por quadradinhos iguais e onipresentes. Esta é uma história que leva o leitor a buscar a si mesmo, conduzindo-o a um desenlace maravilhoso e inesperado, como só os grandes contos de fadas são capazes de fazer. Uma história que se abre para o futuro ― sem respostas, mas com inúmeras e fascinantes perguntas destinadas a todas as idades."


2. Sete dias juntos por Francesca Hornak

"A família Birch irá se reunir em Weyfield Hall, para o Natal, pela primeira vez em muitos anos. Emma está eufórica com a chegada da filha mais velha, Olivia, mesmo sabendo que o único motivo para o seu regresso é a quarentena à qual deverá se submeter após ter sido voluntária no tratamento de uma epidemia devastadora na África.

Enquanto Emma se esforça para parecer tranquila e para agradar a filha recém-chegada, seu marido, Andrew, jornalista e renomado crítico de restaurantes, passa os dias isolado em seu escritório, revirando o passado e revivendo seus dias de glória como um correspondente de guerra. 

Phoebe, a filha mais nova, vive em um mundo frívolo que gira somente ao seu redor, e durante a quarentena se dedica de forma obsessiva à organização de sua cerimônia de casamento, para o desgosto de Olivia que tenta superar o choque cultural causado pelo contraste entre os luxos da vida de sua família e as mazelas de um país subdesenvolvido.

Pelos próximos sete dias ninguém poderá entrar nem sair da casa. Isolados do mundo e presos à companhia indesejada uns dos outros, uma semana pode se tornar uma eternidade para os Birch. Especialmente quando todos têm segredos a esconder.

Um deles prestes a bater à porta."


3. Os noivos do inverno: 1 por Christelle Dabos

"Honesta e cabeça-dura, Ophélie não se importa com as aparências. Mas, por baixo de seus óculos de aros largos e cachecol desgastado, a garota esconde poderes únicos: ela pode ler o passado dos objetos e atravessar espelhos. A vida tranquila que leva em Anima se transforma quando Ophélie é prometida em casamento a Thorn, herdeiro de um distante e poderoso clã.

Agora, ela terá que deixar para trás tudo o que conhece e seguir seu noivo até Cidade Celeste, a capital flutuante de uma gelada arca conhecida como Polo. Ali, o perigo espreita em cada esquina, e não se pode confiar em ninguém. Sem se dar conta, Ophélie torna-se um peão em um jogo político mortal, capaz de mudar tudo para sempre."


4. O pecador por J.R. Ward 

"Syn escondeu da Irmandade da Adaga Negra sua ocupação secreta como mercenário. E, ao aceitar uma nova missão, ele não apenas cruza o caminho de um novo inimigo da raça vampírica, mas também o de uma mestiça que corre o risco de morrer durante sua transição. Jo Early não tem ideia de qual é sua verdadeira natureza e, quando um homem misterioso lhe aparece em meio à escuridão, ela fica dividida entre a conexão erótica que possui com ele e a sensação de que algo está muito errado.

Simultaneamente, o destino determinou Butch O’Neal como o Dhestroyer, o cumpridor da profecia que prevê o fim de Ômega. Quando a guerra contra a Sociedade Redutora vem à tona, Butch encontra um aliado inesperado em Syn. Mas será que ele pode confiar no macho – ou o guerreiro de passado duvidoso representará uma complicação mortal?

Com o tempo se esgotando, Jo se envolve na luta e deverá unir forças com Syn e com a Irmandade em busca de combater o verdadeiro mal. No fim, o amor verdadeiro prevalecerá… ou será que a profecia estava errada o tempo todo?"


5. Trono de vidro: Coroa da meia-noite (Vol. 2) por Sarah J. Maas

"Celaena Sardothien é a nova campeã do rei. Depois de vencer a brutal competição que a livrou da escravidão das Minas de Sal de Endovier, ela se tornou a assassina real. Coroa da meia noite é o segundo volume da série Trono de Vidro, onde acompanhamos a guerreira Celaena em busca do que mais deseja: sua liberdade.Agora, a protagonista tem como obrigação é atravessar terra e mar em busca de inimigos do rei e fazer cumprir sua vontade. Como recompensa, recebe conforto, horas e mais horas de fartos banquetes, conselhos dados pela doce Nehemia e uma enorme quantia que lhe permite comprar luxuosos vestidos e muitos livros.Embora tenha uma queda por luxos e vestidos bonitos, Celaena se apresenta como uma liderança forte e confiante, disposta a sacrificar tudo pela pessoa que ama, mas sem deixar que esse amor a defina de forma alguma. Pois sua lealdade está longe de pertencer ao trono de vidro.Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra os misteriosos planos do rei, e a assassina é encarregada de cuidar dos traidores. Quando descobre que sua próxima missão é matar um velho amigo, Celaena se vê em meio a uma perigosa trama de mentiras e traições tecida ao redor da coroa.Para um reino onde há muito a magia foi extinta, Adarlan se revela um túmulo de segredos e mistérios, trancafiados atrás de cada porta, codificados nas páginas dos livros. EnquantoCelaena tenta decifrar todos os enigmas e conviver com a eterna disputa entre seus protetores-príncipe Dorian e o capitão Westfall - uma trágica noite mudará a vida de todos no reino. Os muitos segredos enterrados sob o castelo de vidro começam a vir à tona, e Celaena mais do que nunca quer descobrir a verdade para fazer justiça.Coroa da meia noite é uma história épica, repleta de tramas e combates. Com personagens complexos e reviravoltas de tirar o fôlego, é capaz de agradar aos mais exigentes leitores de fantasia."


6. Meninas Selvagens por Rory Power

"Há dezoito meses, a Escola Raxter para Meninas entrou em quarentena. Há dezoito meses, uma misteriosa doença virou a vida de Hetty do avesso.

Começou devagar. Primeiro, as professoras foram morrendo, uma a uma. Então, começou a infectar as alunas, transformando o corpo delas em algo cada vez mais estranho. Isoladas do resto do mundo e deixadas à própria sorte, as meninas não se atrevem a ultrapassar o limite da escola. Hetty, Byatt e Reese esperam a cura prometida enquanto a doença se alastra.

Mas tudo muda quando Byatt desaparece. Hetty não medirá esforços para encontrá-la, mesmo que isso signifique quebrar a quarentena e desbravar os horrores que as esperam além da cerca que separa a escola da floresta. E quando Hetty se lança rumo ao desconhecido, descobre que há muito mais mistérios por trás dessa história que ela jamais poderia imaginar.

Meninas selvagens combina um cenário de terror com a angústia e a ternura da adolescência para explorar até onde um grupo de meninas é capaz de ir para sobreviver e se manter unido. Rory Power constrói uma narrativa que, por vezes irregular e flutuante, demonstra a originalidade e potência de sua escrita, tornando-se uma das novas apostas do gênero. Com Meninas selvagens, estreia – brilhantemente – no universo da ficção juvenil."


7. As sete mortes de Evelyn Hardcastle por Stuart Turton

"Dia após dia, um homem acorda em meio aos preparativos de uma festa em honra a Evelyn Hardcastle na Mansão Blackheath. Dia após dia, em um corpo distinto. Cada hospedeiro é uma nova chance de descobrir o culpado pela morte da estrela da festa, que se desvela durante o luxuoso baile de máscaras. Além da confusão da viagem do tempo, os segredos transbordam, e nenhum movimento é simples, pois as regras do jogo não estão claras – e reviravoltas acontecem a todo momento."


8. O bom filho por You-jeong Jeong

"Jovem nadador com um futuro brilhante, Yu-jin vê sua carreira ser interrompida pela epilepsia. Os remédios que previnem seus ataques acabam por cobrar um preço alto, e o sonho de ser um esportista é sepultado para sempre. Isso não o impede de sair escondido todas as noites para correr, contrariando sua mãe. Para ele, os riscos à saúde não se comparam aos prazeres da velocidade e da força. Numa manhã qualquer, Yu-jin desperta sentindo cheiro de sangue. Tudo indica que tenha sofrido um ataque epiléptico à noite, mas, ao percorrer o apartamento, encontra o corpo da mãe ao pé da escada. Aos poucos, sua memória vai voltando, e ele tem a lembrança de tê-la ouvido chamar seu nome. Não está certo, no entanto, se ela pedia ajuda ou se tentava salvar a própria vida. Começa assim a busca desesperada do protagonista para esclarecer o que ocorreu na noite anterior. Juntando algumas poucas pistas, Yu-jin tentará montar o quebra-cabeça e descobrir o assassino. Conforme prossegue na investigação, procurará na própria memória as explicações para o crime, mas o passado esconde armadilhas mais tenebrosas do que ele pode prever. O bom filho, fenômeno literário que rendeu a You-jeong Jeong o apelido de “Stephen King coreana”, é um thriller psicológico e um mergulho no que há de mais sombrio na alma humana. A cada resposta abrem-se mais perguntas. Neste romance perturbador e surpreendente o terror se esconde onde menos se espera."


9. Cartas que escrevi antes de você por Cynthia Hand

"Cassandra McMurtrey tem os melhores pais que uma garota poderia querer. Eles deram a Cass uma vida que a jovem não trocaria por nada neste mundo. Ela tem tudo de que precisa ― exceto, talvez, o que mais deseja: saber quem é e de onde veio. E, não importa o quanto a amem, estas são questões que seus pais adotivos não podem responder. Motivadas pelo desejo de conhecer suas origens, Cass inicia uma busca para encontrar a mãe biológica. Mas tudo que ela tem são cartas escritas dezoito anos antes e assinadas apenas como “S”. Através desses textos, ela precisa achar pistas sobre a aparência, a família, o endereço e a personalidade da mulher que lhe entregou para a adoção. No entanto, isso também traz à tona novas perguntas e preocupações. Afinal, ela deve investigar seu passado tão profundamente? Como seus pais vão reagir quando souberem o que ela está fazendo? Sua mãe biológica quer mesmo ser encontrada? Além de tudo, Cass ainda precisa lidar com as dificuldades enfrentadas por qualquer adolescente, como a escolha da faculdade e o surgimento de um novo amor. E a pressão que sofre do pai para se matricular na mesma faculdade que ele cursou, a inveja que sente da melhor amiga quando ela ganha uma bolsa de estudos na universidade dos seus sonhos ou o fato de sua mãe adotiva estar no hospital há meses não ajudam em nada. Cartas que escrevi antes de você apresenta uma narrativa tocante e precisa de como muitos adolescentes se sentem ao planejar o futuro enquanto ainda têm dúvidas sobre o passado. Ao explorar de forma comovente os diversos significados da palavra “família”, Cynthia Hand nos conta uma história emocionante sobre uma jovem que ― como todos nós ― busca seu lugar no mundo."


10. O livro dos humanos: A história de como nos tornamos quem somos por Adam Rutherford

"Em O livro dos humanos, Rutherford analisa as semelhanças e diferenças entre nós e os outros animais quando se trata de código genético, fala, habilidades cognitivas e até o conceito de arrependimento.Com uma abordagem original e bem-humorada a respeito da vida na Terra, Adam Rutherford explora uma série de características outrora consideradas exclusivamente humanas, mas que hoje sabemos que não são: diversos animais confeccionam e utilizam ferramentas para facilitar suas atividades diárias; falcões australianos pegam gravetos em chamas de incêndios florestais e os derrubam propositalmente em áreas de grama seca, criando novos focos de fogo que provocam evacuações frenéticas de presas com as quais se banqueteiam; golfinhos foram observados adotando hábitos por meio da transmissão cultural; o sexo sem fins reprodutivos certamente ocupa uma grande parcela do interesse e do tempo de muitos humanos, mas não nos torna únicos: os bonobos são ainda mais motivados, tendo relações sexuais várias vezes ao dia, com diferentes parceiros, inclusive do mesmo gênero; macacos são capazes de aprender linguagem de sinais, e o gene FOXP2, conhecido como o “gene da linguagem”, tampouco é uma exclusividade humana, estando presente no DNA de pássaros canoros e até mesmo no de ratos. A evolução, no entanto, nos permitiu desenvolver nossa cultura em um nível de complexidade que supera qualquer outro observado na natureza. Em O livro dos humanos, Rutherford analisa as semelhanças e diferenças entre nós e os outros animais quando se trata de código genético, fala, habilidades cognitivas e até o conceito de arrependimento, e conta a história de como nos tornamos as criaturas que somos hoje. Iluminada pelas mais recentes descobertas científicas, esta obra é um compêndio emocionante do que inequivocamente nos caracteriza como animais e, ao mesmo tempo, revela como somos extraordinários."


11. Cartas do Papai Noel por J.R.R Tolkien

"De 1920 a 1943, o aclamado autor de fantasia, J.R.R. Tolkien, assumiu a autoria de Papai Noel e escreveu, na época do Natal, cartas personalizadas aos seus filhos. Além de se dedicar ao conteúdo das cartas, o pai-autor se esmerava em fazer belos desenhos e uma letra especial para cada um dos principais personagens: Papai Noel, seu ajudante atrapalhado Urso Polar do Norte e, mais tarde, o elfo-secretário Ilbereth.Para dar mais emoção às suas histórias, o espontâneo Urso Polar e o responsável Papai Noel se relacionam com diversos personagens, dando um tom ainda mais dinâmico nos relatos. Havia Paksu e Valkotukka, os sobrinhos do Urso Polar, o Homem de Neve e muitos outros, como as inusitadas Aura Bora Real (Aurora Boreal) ou a Ursa Maior, que, além de ser uma constelação, era prima do Urso Polar do Norte. Nesses mais de vinte anos de contato entre o Papai Noel de Tolkien e seus filhos, você acompanha as mudanças históricas vividas pela Inglaterra de seu tempo, como a greve geral e Segunda Guerra Mundial. Além disso, é possível perceber o desenvolvimento do autor ao longo das décadas, pois Tolkien deixa derramar toques de suas descobertas narrativas, poéticas, linguísticas, caligráficas e ilustrativas em suas cartas ano a ano. Certamente é um grande presente de Natal para fãs ou não de Tolkien, de todas as idades."


12. O Ninguém - Volume Único por Jeff Lemire

"A pequena cidade de Boca Larga nunca vivenciou muita agitação – até a chegada de um estranho envolto em bandagens dos pés à cabeça. Movida pela curiosidade, uma adolescente solitária chamada Vickie se aproxima do homem e tenta descobrir a verdade por trás do visual suspeito. Mas, quando acontece um crime, toda a cidadezinha se volta contra o estranho e passa a caçá-lo, ameaçando desmascarar um terrível segredo! Em O NINGUÉM, o consagrado autor Jeff Lemire retoma o eterno personagem criado por H.G. Wells em O Homem Invisível, o leva a uma cidade do interior dos dias atuais e o usa como chave para explorar temas como identidade, medo e paranoia, mostrando como isso tudo pode transformar uma comunidade inteira e destruir até mesmo a mais pura amizade. A edição da Editora Pipoca & Nanquim tem capa dura com verniz texturizado, formato americano, miolo em papel couché de alta gramatura impresso em duas cores e extras exclusivos."


13. O mito da beleza: Como as imagens de beleza são usadas contra as mulheres por Naomi Wolf

"Clássico que redefiniu nossa visão a respeito da relação entre beleza e identidade feminina. Um dos livros mais importantes da terceira onda feminista.Em O mito da beleza, a jornalista Naomi Wolf afirma que o culto à beleza e à juventude da mulher é estimulado pelo patriarcado e atua como mecanismo de controle social para evitar que sejam cumpridos os ideais feministas de emancipação intelectual, sexual e econômica conquistados a partir dos anos 1970. As leitoras e os leitores encontrarão exposta a tirania do mito da beleza ao longo dos tempos, sua função opressora e as manifestações atuais no lar e no trabalho, na literatura e na mídia, nas relações entre homens e mulheres e entre mulheres e mulheres. Nomi Wolf confronta a indústria da beleza, tocando em assuntos difíceis, como distúrbios alimentares e mentais, desenvolvimento da indústria da cirurgia plástica e da pornografia. Esta edição, revista e ampliada, traz uma apresentação da autora contextualizando o livro para os leitores de hoje, já que esteve mais de duas décadas longe das livrarias brasileiras."


14. Eu, Tituba: Bruxa negra de Salem por Maryse Condé

Livro premiado de uma das mais importantes escritoras negras da atualidade, vencedora do New Academy Prize 2018 (Prêmio Nobel Alternativo)Tituba, mulher negra, nascida em Barbados, no século XVII, renasce, três séculos depois. Torna-se outra vez real, pelas mãos da premiada escritora Maryse Condé, vencedora do New Academy Prize 2018 (Prêmio Nobel Alternativo). No início do livro, Maryse Condé anota: "Tituba e eu vivemos uma estreita intimidade durante um ano. Foi no correr de nossas intermináveis conversas que ela me disse essas coisas que ainda não havia confiado a ninguém." Da mesma forma, quem lê Tituba poderá ouvi-la falar, do invisível, desestabilizando estruturas cristalizadas, mediando novas concepções de identidades e culturas e protegendo as pessoas insurgentes.Aqui, essa personagem fascinante, é retirada do silêncio a que a historiografia lhe destinou. Filha de uma mulher negra escravizada, viveu cedo o terror de ver a mãe assassinada por se defender do estupro de um homem branco e de saber que o pai se matou por causa do mesmo homem branco. Cresceu sob os cuidados de uma mulher que tinha o poder da cura e que a iniciou nos mistérios. Adulta, apaixonou-se por John Indien e abdicou, por ele, da própria liberdade. Uma das primeiras mulheres julgadas por praticar bruxaria nos tribunais de Salem, em 1692, Tituba fora escravizada e levada para a Nova Inglaterra pelo pastor Samuel Parris, que a denunciou. Mesmo protegida pelos espíritos, não pôde escapar das mentiras e acusações da histeria puritana daquela época.A história de Tituba é a história das mulheres da diáspora e do povo negro. É também a história de todas as pessoas que seguem a própria verdade, em vez de professar a fé do colonizador. É a história dos e das dissidentes e dos seres de alma livre. Por isso é uma história bela e complexa, cujo final, a despeito dos infortúnios, é sempre benfazejo, pois é a história dos que resistem."Para saber de Tituba, a bruxa negra de Salem, é preciso acompanhar quem sabe lidar com a alquimia das palavras. Maryse Condé tem as fórmulas, as poções mágicas da escrita." - Conceição Evaristo


15. Contra Amazon por Jorge Carrión

"A edição brasileira de Contra Amazon — título que, por aqui, ganhou o complemento: e outros ensaios sobre a humanidade dos livros — traz dezessete textos assinados por Jorge Carrión, presentes na edição original, incluindo “Contra Amazon: sete razões / um manifesto”, e um Post-scriptum sobre a situação das livrarias durante a pandemia de covid-19, também assinado pelo autor.

A grande novidade fica por conta dos textos assinados por pequenos livreiros e livreiras do país. A ideia é que as críticas à Amazon vindas de um autor estrangeiro, com uma vivência livresca global, fizessem eco no dia a dia de brasileiros e brasileiras que estão felizes, batalhando — e pagando as contas, apesar de todas as dificuldades — em pequenos estabelecimentos onde o cliente entra, conversa, senta, passeia pelas prateleiras, toma um café (muitas vezes, cortesia da casa), conversa mais e só então, talvez, leva um livro."

Participe do grupo exclusivo no Telegram para ter acesso a conteúdos exclusivos sobre o mercado editorial, literatura e ainda fica à par dos lançamentos mais aguardados ♥

You May Also Like

0 comentários