Resenha: 4 homens em 44 capítulos

by - 10:51


 Procurando livros mais leves e divertidos para concluir minhas leituras de agosto, me deparei com um dos lançamentos da Editora Paralela: 4 homens em 44 capítulos. Esse é um livro de memórias que resultou de experiências malucas, recheado de episódios divertidos e cenas muito, muito quentes. Exatamente o que eu estava precisando.

"Depois de anos tentando apimentar minha vida sexual, resolvi me contentar com um diário sobre aventuras do passado. Talvez meu marido, um nerd lindo e frio, só não fosse capaz de sentir a paixão que eu esperava, já que era totalmente diferente dos meus ex-namorados supertatuados e tarados. Bom, se eu não podia ter o amor que desejava na vida real, pelo menos podia escrever sobre ele no diário. Seria meu segredinho.

Mas adivinha? Meu marido leu tudo. E sabe o que mais? Depois disso, ele foi tomado pela paixão, se é que você me entende.

A partir daí, resolvi seguir o conselho da minha melhor amiga e usar o diário para manipular o comportamento dele. Eu só queria convencê-lo a: me dar um apelido fofo; me elogiar mais; fazer sexo selvagem e apaixonado; e fazer uma tatuagem completamente amadora do meu nome e/ou rosto em uma parte do corpo bem visível!

Não é pedir demais, é? O que poderia dar errado?"


FICHA TÉCNICA
Título: 4 homens em 44 capítulos
Autora: BB Easton
Ano: 2020
Páginas: 352
Idioma: Português
Editora: Paralela (Companhia das Letras)
CONTEÚDO ADULTO
Nota: 4,5/5
Compre: Amazon
Comprando por esse link você ajuda e incentiva o Nostalgia Cinza
LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA


Depois de dez anos casada e tentando - inutilmente - apimentar a vida sexual com seu marido, BB Easton começa a escrever um diário com memórias de momentos marcantes com seus ex. Ela diz que ama seu marido (mesmo que em alguns momentos não pareça), mas sente falta de algo relação dos dois. Seu marido acaba lendo esse diário e isso começa a transformar a relação de uma forma deliciosamente surpreendente.

"Eu pretendia fazer uma dedicatória ao meu marido, mas, como ele não sabe e nunca deve descobrir que este livro existe, decidi dedicá-lo a você, minha querida leitora."


BB Easton nos conquista desde a dedicatória com seu humor e sinceridade. Logo no começo senti como se estivesse trocando confidências com uma amiga íntima. Tentando preservar sua identidade, a autora narra os acontecimentos de sua vida que envolveram quatro de seus relacionamentos mais marcantes com homens bem peculiares, para dizer o mínimo.

A sinceridade e sua forma única de narrar a própria vida de forma leve e honesta fazem com que seja quase impossível largar o livro. Não são apenas as histórias que fazem com que 4 homens em 44 capítulos seja um livro delicioso, mas a personalidade da autora é um ponto altíssimo.

"4 homens em 44 capítulos é baseado em acontecimentos reais que foram floreados, adaptados e exagerados em nome do humor e/ou em razão da tendência da autora de escrever bêbada ou em estado de privação de sono. Todos os nomes, lugares e características mais específicas foram alterados para proteger a identidade dos envolvidos. Caso consiga identificar a verdadeira identidade da Sra. Easton ou de qualquer outro personagem deste livro, a autora pede que você tenha a bondade de permitir que ela cumpra uma pequena lista de exigências em troca do seu silêncio." 


O livro é dividido em algumas partes: o diário que BB escreve para si mesma, o que ela escreve para que seu marido leia (sem que ele saiba que ela está escrevendo para ele), e a troca de e-mails com sua psicóloga. Ela brinca que escreve o diário para que seu marido possa ler e passe a se importar mais com a vida sexual dos dois, que a elogie mais, que crie um apelido carinhoso e, claro, que faça uma tatuagem em sua homenagem.

"Algumas mulheres gostam de homens de uniforme. Eu gosto de homens que parecem ter acabado de ser dispensados da fileira de acareação de suspeitos de um crime, de preferência jovens gostosões acusados de arrombamento e invasão cuja silhueta bate com a marca de mais de um metro e oitenta deixada na parede de blocos de concreto e só pôde ir embora porque as tatuagens não conferem com a descrição da vítima."


É um pouco preocupante a forma como ela precisa recorrer a esse tipo de manipulação para fazer mudanças em seu casamento. Pensando que é real, é um pouco incômodo. Entretanto, é impossível não se sentir cativada pela história e pela autora, seu empenho e bom humor. Um livro engraçadíssimo, leve e delicioso que veio na melhor hora possível. Um daqueles que não vou conseguir esquecer. 

Gostou da resenha e quer conhecer outro livro delicioso e que vai arrancar boas risadas? Então confira Subindo pelas paredes!

"Embora possa ser o fim do meu diário superparticular que Ken nunca, nunca pode ler, se me conheço bem, essa é só a primeira em uma série de experiências psicológicas imorais a que vou submeter meu marido para tentar fazer com que ele expresse seu amor por mim."



Inscreva-se na newsletter para ter acesso a conteúdos exclusivos sobre o mercado editorial, literatura e ainda fica à par dos lançamentos mais aguardados. Faça parte da newsletter feita para os amantes dos livros ♥


You May Also Like

0 comentários