Resenha: Nós

by - 08:39


Nós: uma antologia de literatura indígena é uma coletânea de contos de indígenas brasileiros. Com pouco mais de 120 páginas, o livro reúne alguns mitos e contos que sobreviveram a gerações e preserva parte de uma rica história de alguns dos primeiros povos brasileiros.

Saiba mais sobre essa leitura imperdível com a resenha de Nós: uma antologia de literatura indígena:

“Nesta belíssima antologia ilustrada, o leitor vai conhecer dez histórias contadas ou recontadas por escritores de diferentes nações indígenas.

A menina Yacy-May era tão especial que fez com que o sol se apaixonasse por ela, deixando a lua enciumada. O peixe-boi surgiu a partir da união de Guaporé, filho do grande chefe dos peixes, com Panãby’piã, filha do governante dos Maraguá, e sinalizou a paz entre os humanos e os peixes. A velha misteriosa Pelenosamo tem um dia a casa invadida por uma garota curiosa, que resolve investigar o que ela fazia com os galhos secos que sempre levava recolhia e não dividia com ninguém. Essas são algumas prévias das histórias reunidas nesta antologia, contadas ou recontadas por escritores das nações indígenas Mebengôkre Kayapó, Saterê-Mawé, Maraguá, Pirá-Tapuya Waíkhana, Balatiponé Umutina, Desana, Guarani Mbyá, Krenak e Kurâ Bakairi.

Tratando dos mais diversos temas — dos mitos de origem às histórias de amor impossível —, as narrativas conduzem o leitor por situações e desenlaces muito próprios, sempre acompanhadas por um glossário e um texto informativo sobre o povo indígena de origem de cada autor. Esta é uma chance preciosa para todos aqueles que desejam entrar em contato com as raízes mais profundas de nossa cultura, ainda pouco valorizadas e respeitadas, por puro desconhecimento.”

FICHA TÉCNICA
Título: Nós: Uma antologia de literatura indígena
Organizador: Mauricio Negro
Páginas: 128
Ano: 2019
Editora: Companhia das Letrinhas (Grupo Companhia das Letras)
Nota: 4,5
Compre: Amazon
Comprando por esse link você ajuda e incentiva o Nostalgia Cinza
LIVRO CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA




Estamos acostumados a mergulhar na literatura estrangeira e, quando nos aventuramos na literária nacional, optamos por aquela escrita por brasileiros brancos, de descendência europeia. Ter contato com as narrativas indígenas é algo raríssimo para a maior parte de nós e o livro organizado e ilustrado por Maurício Negro é uma forma de tentar mudar essa realidade, principalmente para jovens leitores. 

"Imagine a infinidade de histórias inspiradoras, narradas pelos mais velhos aos mais novos, ao redor de uma fogueira na boca da noite! Pois bem, algumas dessas narrativas já foram coletadas e registradas por pesquisadores, especialistas, acadêmicos, tupinólogos, curiosos e aventureiros. Só que as dez histórias reunidas aqui são narradas por escritores indígenas, legítimos herdeiros de diferentes etnias, que oferecem uma oportunidade de desatar alguns desses "nós"." Página 9


Nós: uma antologia de literatura indígena é um livro composto por onze contos escritos por descendentes ou nativos de tribos indígenas brasileiras. Além de uma belíssima ilustração abrindo cada capítulo, os contos acompanham um glossário dos termos utilizados, uma mini biografia de cada autor ou atores dos contos e uma breve explicação sobre aquele povo ao qual o conto faz referência ou ao qual a história está inserida. Isso faz com que o livro seja ainda mais enriquecedor, principalmente para os leitores que não estão habituados com determinadas narrativas ou que nunca ouviram falar desses povos. E como os contos são bem curtinhos, o livro se torna uma leitura rápida, divertida e muito rica. 


Por meio dos contos escritos por autores de diferentes povos indígenas, Nós: uma antologia de literatura indígena ajuda a exemplificar a rica diversidade existente até hoje no nosso país. O livro é editado e publicado pelo selo Companhia das Letrinhas e isso em si foi um ponto interessante. Isso porque, ao escolher os jovens como foco de um livro de narrativas indígenas, é possível perceber uma preocupação em formar uma nova geração de leitores acostumados a ouvir e buscar outras perspectivas que não apenas estadunidenses e/ou europeias. Foi uma excelente escolha do Grupo Companhia das Letras e abre espaço para novos diálogos e vozes. 


Nós: uma antologia de literatura indígena é uma homenagem à verdadeira ancestralidade brasileira. Um livro que reúne memórias e sabedorias milenares de alguns dos povos originários do nosso país e que, por meio da literatura, ainda resistem e expõem sua cultura para o resto do mundo. 

"Afinal, quem somos nós? De onde viemos? Para onde vamos? Os indígenas são aqueles que de fato pertencem ao lugar. Nativos, como dizem. Gente da terra, com a qual mantém uma relação de profunda dependência, interação, respeito e parentesco." Página 9


Tive pouco contato com esse tipo de narrativa, mas Nós me deixou com um gostinho de quero mais. Não consegui deixar de pensar que o livro poderia ser uma alternativa às ficções europeias que os pais costumam ler para os filhos. Nós é uma forma de conhecermos mais sobre os verdadeiros brasileiros e de abrimos espaço para pensarmos e ouvirmos diferentes vivências e experiências. Mais uma vez a literatura se mostra poderosa 🌿

Gostou da resenha e quer conferir mais um título incrível? Então conheça Para Toda a Eternidade!

"A chamada literatura indígena carrega esse desejo profundo de reatar e fortalecer os laços entre todos nós, de uma sabedoria antiga, cujos ecos ainda estão por aí pedindo reforço em palavras e imagens." Página 11


E se você quiser ficar por dentro de tudo que rola aqui no Nostalgia Cinza em primeira mão e de um jeito bem simples e objetivo, então assine a newsletter! Prometo não encher sua caixa de entrada e ainda mandar conteúdos bem legais ;)

You May Also Like

0 comentários