13 livros para ficar de olho em 2020

by - 11:31


Dois mil e vinte é um ano que promete trazer muitos lançamentos incríveis, com temáticas fortes e histórias marcantes. Vários livros estão saindo em mercados estrangeiros e chegarão ao Brasil em 2020. Outros já foram e estão sendo lançados lá fora e, mesmo sem previsão de lançamento por aqui, são títulos excelentes para ficar de olho. Estou particularmente bem animada com alguns autores bem promissores e, pensando nisso, fiz uma listinha com livros para ficar de olho em 2020.

Com a Amazon, é possível comprar vários livros que ainda não conseguimos encontrar no Brasil e fica a recomendção para quem gosta de comprar livros estrangeiros. Todos os títulos estão linkados, caso você tenha interesse em saber mais informações do livro.

Confira 13 livros para ficar de olho em 2020!



Such a Fun Age - Kiley Reid
Such a Fun Age é uma das promessas literárias do ano. O livro começou a chegar para influenciadores e para o público lá fora no finalzinho do ano de 2019 e foi adotado pelo clube de leitura da Reese Witherspoon, está ocupando a lista de melhores livros de diversos veículos importantes e promete ser um lançamento daqueles. No Brasil ele já tem uma editora grande com os direitos de tradução adquiridos, mas ainda não foi divulgada nenhuma data de lançamento por aqui.
O livro é uma ficção com temática racial e de gênero. É uma história sobre raça e privilégio, que gira em torno de uma jovem babá negra, sua empregadora bem-intencionada e uma conexão surpreendente que ameaça desfazer os dois.

Girl, Woman, Other: A Novel - Bernardine Evaristo
Um dos queridinhos dos influenciadores literários ingleses e um dos eleitos como melhores livros de 2019 por Barack Obama, está chamando cada vez mais atenção no instagram. Girl, Woman, Other é um retrato magnífico que aborda interseccionalidade, uma história comovente e esperançosa de um grupo de mulheres negras britânicas que representa a Inglaterra contemporânea e relembra o legado da história colonial britânica em África e Caribe. É um livro interessantíssimo, mesmo que seja escrito sob o olhar da realidade e sociedade inglesas.

CORPO: Um guia para usuários - Bill Bryson
O autor do best-seller "Breve história de quase tudo" chega ao mercado com mais um livro explorador, enriquecedor e curioso. Corpo: Um guia para usuários, chamou bastante atenção lá fora na segunda metade de 2019 e agora chega a vez dos leitores brasileiros conferirem esse lançamento. Em seu novo livro, Bill Bryson mais uma vez se mostra um companheiro incomparável ao nos guiar em um tour pelo corpo humano ― como ele funciona, sua notável capacidade de se regenerar e (infelizmente) as várias maneiras pelas quais ele pode falhar.

The Great Believers - Rebecca Makkai
The Great Believers é um dos finalistas do Pulitzer e do National Book Awards, vencedor do The Stonewall Book Award. É uma história tocante sobre as consequências da epidemia de AIDs durante a década de 80, em Chicago. É um desses livros que não demora (espero) uma editora anunciar o lançamento em terras brasileiras.

The Overstory - Richard Powers
The Overstory foi o vencedor do Pulitzer na categoria Ficção, primeiro lugar na lista do New York Times e foi um dos shortlisteds do Man Booker Prize. É uma história que tem a natureza como elemento central, um trabalho de ativismo e resistência. Existe um mundo inteiro paralelo ao nosso - vasto, lento, interconectado, engenhoso, magnificamente inventivo e quase invisível para nós. Esta é a história de um punhado de pessoas que aprendem a ver esse mundo e que são atraídas para a sua catástrofe.

Trust Exercise - Susan Choi
Trust Exercise foi o vencedor do National Book Award de 2019 e considerado um dos mais aguardados do ano. O livro narra o amor adolescente de Sarah e David e mostra como, duas décadas depois, essa história tem mais camadas do que poderia parecer, com consequências que se estendem por uma vida. Aborda o amor, a perda, a transição da adolescência para a vida adulta e as misteriosas estrururas de sexo e poder.

The Education of an Idealist: A Memoir, by Samantha Power
Um dos livros mais aclamados de 2019, The Education of an Idealist é um livro de memórias de Samantha Power, vencedora do Pulitzer, ativista e embaixadora da ONU. Em seu livro de memórias ela responde a pergunta "o que uma pessoa pode fazer", relembra toda a sua trajetória, desde imigrante até se tornar correspondente de guerra no gabinete oficial da Casa Branca. Um daqueles livros biográficos importantíssimos para inspirar jovens mulheres e pessoas ao redor do mundo.

Red at the Bone: A Novel, Jacqueline Woodson 
Red at the Bone foi eleito como um dos melhores livros de 2019 pela Oprah Magazine e eleito como livro notável do New York Times. O livro fala sobre como uma gravidez inesperada na adolescência reúne duas famílias de diferentes classes sociais e expõe as esperanças, decepções e anseios privados que podem nos unir ou nos separar. Um daqueles romances extremamente emocionantes que aborda a questão da maternidade.

Unlocking the Universe, Stephen Hawking, Lucy Hawking
Em 2020 teremos mais um livro da família Hawking, dessa vez uma parceria entre Stephen e Lucy Hawking. O livro, todo ilustrado, faz parte da série George's Secret Key to the Universe, que traz uma linguagem mais leve e divertida, ao tratar das infinitas possibilidades existentes no universo.

Fair Play, Eve Rodsky
Escolha do clube do livro da Reese Witherspoon, Fair Play é uma não ficção para aqueles que precisam de produvitivadade, sem deixar de lado a preocupação com si mesmo. Principalmente mulheres que precisam conciliar carreira e vida doméstica. Eve Rodsky contou todo o trabalho invisível e não remunerado que estava fazendo para sua família - e depois enviou a lista ao marido, pedindo que as coisas mudassem. Sua resposta foi ... decepcionante. Rodsky percebeu que simplesmente identificar a questão do trabalho desigual na frente doméstica não era suficiente: ela precisava de uma solução para esse problema universal. Sua sanidade, identidade, carreira e casamento dependiam disso. Fair Play é mais que um livro, é um sistema de organização e planejamento que oferece aos casais uma forma completamente nova de dividir as responsabilidades. Um daqueles livros que nem foi anunciado no Brasil ainda e já está na minha lista de leitura.

Why Women Are Poorer Than Men and What We Can Do About It - Annabelle Williams
O mundo moderno é manipulado injustamente a favor dos homens. Explorando desde injustiças e multas até pensões e impostos sobre absorventes internos, Annabelle Williams, jornalista financeira do The Times, mostra como a sociedade conspira para limitar a riqueza das mulheres. Do jeito que as coisas estão indo, levará 200 anos para diminuir a diferença salarial entre os sexos, mas Annabelle mostra como a desigualdade econômica é um problema muito maior do que o que as mulheres ganham. As economias prosperam quando as mulheres se saem bem, e somente entendendo por que as mulheres são mais pobres que os homens podemos finalmente acabar com essa disparidade injusta entre os sexos. Uma dessas não ficções imprescindíveis.

Conviction - Denise Mina
Mais uma escolha do clube do livro de Reese Witherspoon, Conviction é uma ficção narrada por meio de um podcast de true-crime. Anna McDonald, após descobrir que seu marido está deixando-a, se volta para o podcast que faz parte para se distrair. As histórias de suspense, assassinato e conspiração tratadas no podcast sempre foram melhores que as suas próprias histórias. Entretanto, o caso atual envolve pessoas de seu passado e ela tem certeza de que tem a resposta para esse mistério. Um desses livros impossíveis de largar e que está conquistando cada vez mais leitores.

The Girl with the Louding Voice - Abi Daré
Um dos livros mais promissores do ano, já aclamado pela Red Magazine, BBC e Stylist, The Girl with the Louding Voice já está chamando a atenção meses antes de seu lançamento. O livro de Abi Daré conta a história de Adunni, uma menina nigeriana de quatorze anos que sabe o que quer: uma educação. Como filha única de um pai falido, ela é uma mercadoria valiosa. Tirada da escola e vendida como terceira esposa a um homem velho, a vida de Adunni equivale a isso: quatro cabras, dois sacos de arroz, algumas galinhas e uma nova TV. Quando uma tragédia indescritível ocorre rapidamente em sua nova casa, ela é secretamente vendida como empregada doméstica para uma casa nos ricos enclaves de Lagos, onde ninguém fala sobre o estranho desaparecimento de sua antecessora, Rebecca. Como filha sumbissa, esposa subserviente e serva impotente, Adunni, de quatorze anos, é repetidamente informada de que ela não é nada. Mas Adunni não será silenciada. Ela está determinada a encontrar sua voz - em um sussurro, na música, no inglês - até poder falar por si mesma, pelas garotas como Rebecca que vieram antes e por todas as garotas que a seguirão. Alguma dúvida de que esse livro vai fazer barulho?

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.Photo by Ugur Akdemir on Unsplash

E você? Existe algum livro que está esperando em 2020? Me conta aqui nos comentários ♥

E se você quiser ficar por dentro de tudo que rola aqui no Nostalgia Cinza em primeira mão e de um jeito bem simples e objetivo, então assine a newsletter! Prometo não encher sua caixa de entrada e ainda mandar conteúdos bem legais ;)

You May Also Like

0 comentários