Livros favoritos de 2017

by - 05:30


Desde 2014 gosto de fazer um balanço dos meus livros favoritos do ano que terminou e reunir todos eles em um post curto e fácil de ler. Como não faço resenha de todos os livros de que leio (#meta), nem sempre compartilho aqui no blog minhas leituras atuais, acabo fazendo isso muito no instagram. Juntei em um post só os meus livros favoritos de 2017, suas sinopses e respectivas resenhas. Além de compartilhar um pouquinho do ano que passou e fazer uma pequena retrospectiva literária, é uma maneira de indicar livros também.
Vamos usar esse post para conversar um pouco? Me conta nos comentários quais foram os seus livros favoritos de 2017 e me conta também se você leu algum dos meus favoritos ou ficou com vontade de ler! Vamos bater um papinho ;)
Confira meus 11 livros favoritos de 2017:

DESEJOS ÍNTIMOS - Sylvia Day, Maya Banks e Karin Tabke
"Em três histórias eróticas, as autoras Maya Banks, Karin Tabke e Sylvia Day, best-sellers do The New York Times, revelam os sentimentos mais quentes sobre homens de farda. Os personagens desta antologia sexy e ardente são homens da lei, mas quando eles estão de folga e entre quatro paredes, são experts em quebrar regras.
Posse da alma, de Maya Banks, é um explosivo conto erótico. Rick e Truitt querem Jessie, uma garçonete. Eles são possessivos, mas decidem que podem dividi-la, e os três acabam na cama.
Procura-se, de Karin Tabke, apresenta muito romance, ação e suspense. A dupla romântica Colin Daniels e Sophia Gilletti tem algumas tragédias e inseguranças com que lidar, mas eles aproveitam o melhor um do outro, por meio de uma atração avassaladora.
Aguente a pressão, de Sylvia Day, é repleto de medo, excitação e paixão. A química entre Layla e Brian é intensa, e as cenas de sexo são fora de série."

A ESCOLHA (Irmandade da Adaga Negra #15) - J. R. Ward
"Emocione-se e se surpreenda com a tão aguardada sequência da série best-seller Irmandade da Adaga Negra, da autora best-seller do The New York Times, J. R. Ward! Xcor, líder do Bando de Bastardos e acusado de traição contra o Rei Cego, enfrentará um interrogatório brutal e um destino tortuoso nas mãos da Irmandade da Adaga Negra. Todavia, depois de uma vida marcada pela crueldade e por decisões infelizes, ele aceita seu destino de soldado, sendo que seu único lamento é a perda da fêmea sagrada que nunca foi sua: a Escolhida Layla."

OUTROS JEITOS DE USAR A BOCA - Rupi Kaur, RESENHA
"'outros jeitos de usar a boca' é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos."

SOMOS GUERREIRAS - Glennon Doyle Melton, RESENHA
"Um marido lindo e atencioso, filhos encantadores, o reconhecimento pelo sucesso profissional. O que mais Glennon poderia querer? A resposta é: mais, muito mais. Ela queria não ter tantas dúvidas, queria se comunicar melhor com o marido, queria apagar de sua história a bulimia e o alcoolismo, queria se encaixar nos padrões... queria que o marido não a tivesse traído e que o casamento não tivesse se revelado uma tábua de salvação tão fracassada.
Mas o que parece a maior das tragédias, acaba se tornando a grande chance de Glennon. A crise conjugal traz à tona seus velhos demônios e a obriga, pela primeira vez, a encarar francamente as questões que antes foram apenas sublimadas. Enquanto todos cobram dela uma decisão sobre o possível divórcio, Glennon se volta para si mesma em busca da própria voz: não a da jovem perfeita que ela um dia quis ser, não a da esposa cujo relacionamento fracassou, não a da mãe abnegada, mas, sim, a voz da mulher de verdade que sempre existiu por trás de todos esses papéis."

EU SEI ONDE VOCÊ ESTÁ - Claire Kendal, RESENHA
"Rafe está em todos os lugares. E Clarissa vai encontrá-lo, mesmo sendo a última coisa que gostaria que acontecesse. Vai encontrá-lo na universidade onde ambos trabalham, na estação de trem, no portão do prédio onde mora. As mensagens do homem lotam a secretária eletrônica de Clarissa, os presentes dele abarrotam sua caixa de correio. Desde a noite traumática que passaram juntos alguns meses antes, ela se vê em uma armadilha da qual não consegue escapar. E ele se recusa a aceitar um não como resposta. A única saída de Clarissa para esse pesadelo angustiante são as sete semanas que passará em um tribunal, onde foi escalada para compor um júri popular. A vítima em questão viveu experiências que revelam uma similaridade macabra com a vida da jurada. Conforme o julgamento se desenrola, Clarissa percebe que, para sobreviver às investidas obcecadas de Rafe, será necessário se arriscar. Começa então a reunir evidências da insanidade do perseguidor para usá-las contra ele e relata todo o terror psicológico e físico a que é submetida, o que a obriga a reviver cada momento doloroso que vem tentando desesperadamente esquecer. Escrito de forma primorosa, "Eu sei onde você está" explora a tênue fronteira entre amor e compulsão, fantasia e realidade. Um retrato perturbador de uma mulher perseguida, determinada a sobreviver."

THE BEAUTY OF DARKNESS (Crônicas de Amor e Ódio #3) - Mary E. Pearson, RESENHA
"A trilogia Crônicas de Amor e Ódio chega ao fim de maneira arrasadora. A história de Lia inspirou muitos leitores a embarcarem em uma jornada extraordinária repleta de ação, romance, mistérios e autoconhecimento, em um universo deslumbrante criado pela premiada escritora Mary E. Pearson, onde o poder feminino é a força motriz capaz de mudar e fazer toda a diferença no novo mundo em construção.
Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder.
Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher."

SÓ OS ANIMAIS SALVAM - Ceridwen Dovey, RESENHA
"Nós, humanos, nos achamos o máximo. Mas o que temos feito com o nosso mundo? "Só os Animais Salvam" é um livro que tenta responder a essa pergunta de maneira inusitada. Cada um de seus contos é uma fábula moderna, narrada por um bicho diferente, vítima de uma de nossas incontáveis guerras. Em meio ao caos, os animais conseguem encontrar esperança e inspiração numa das atividades mais significativas que nossa espécie já criou: a literatura. Ceridwen Dovey reúne fragmentos e personagens da obra de escritores imortais e nos faz sonhar o sonho dos inocentes. Só os animais salvam."

MITOLOGIA NÓRDICA - Neil Gaiman, RESENHA
"Neil Gaiman tem sido inspirado pela mitologia antiga na criação dos reinos fantásticos de sua ficção. Agora ele volta sua atenção para a fonte, apresentando uma versão bravura das grandes histórias do norte.
Na mitologia nórdica, Gaiman permanece fiel aos mitos ao prever o maior panteão dos deuses nórdicos: Odin, o mais alto dos altos, sábios, ousados ​​e astutos; Thor, filho de Odin, incrivelmente forte, mas não o mais sábio dos deuses; E Loki-filho de um irmão de sangue gigante para Odin e um malandro e insuperável manipulador.
Gaiman modela essas histórias primitivas em um arco romântico que começa com a gênese dos nove mundos lendários e mergulha nas façanhas de deidades, anões e gigantes. Uma vez, quando o martelo de Thor é roubado, Thor deve disfarçar-se como uma mulher - difícil com sua barba e enorme apetite - para roubá-lo de volta. Mais pungente é o conto em que o sangue de Kvasir - o mais sagaz dos deuses - se transforma em um hidromel que infunde bebedores com poesia. O trabalho culmina em Ragnarok, o crepúsculo dos deuses e o renascimento de um novo tempo e de pessoas."

À FLOR DA PELE - Helena Hunting
"Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril... E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas.
Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo.
Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas."

ACONTECEU NAQUELE VERÃO - Stephanie Perkins, RESENHA
"Doze histórias apaixonantes de doze grandes escritores, entre eles Cassandra Clare, Veronica
Roth e Stephanie Perkins.
Bem-vindos à estação mais ensolarada e apaixonante de todas! No verão, somos todos iguais, diz um dos personagens do conto “Mil maneiras de tudo isso dar errado”. No Brasil, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar do globo, uma coisa é certa: no verão, nossos corações ficam mais leves, mais corajosos, impetuosos e confiantes — talvez por isso esta seja a estação perfeita para se apaixonar... e Aconteceu naquele verão é o livro ideal para quem adora histórias de amor.
Mas essa coletânea tem algo ainda mais especial. Algumas histórias têm uma pitada de estranheza, de mistério, um toque sobrenatural. Em “Cabeça, escamas, língua, calda”, a lagoa de uma cidadezinha é morada de um monstro marinho que só uma menina vê. No intrigante “Inércia”, dois grandes amigos há muito afastados vão se encontrar num quarto de hospital para uma última visita. No belo “O mapa das pequenas coisas perfeitas” é sempre dia 4 de agosto. Presos num loop temporal, dois jovens vão comprovar do que a força do amor é capaz.
A lição é simples: o amor não escolhe lugar nem hora para surgir. Coloque seus óculos escuros e abra sua cadeira de praia, porque neste verão você terá doze motivos para suspirar e se apaixonar."

CASOS DE FAMÍLIA - Ilana Casoy, RESENHA
"O assassinato do casal Richthofen e de Isabella Nardoni foram reunidos em um só livro e trazem novos detalhes observados por quem estava nos bastidores. A criminóloga Ilana Casoy, em CASOS DE FAMÍLIA: ARQUIVOS RICHTHOFEN E ARQUIVOS NARDONI, abre pela primeira vez seus cadernos de anotações utilizados durante a pesquisa na Polícia Civil, Científica e Ministério Público dos dois crimes, tudo isso com a qualidade quase psicopata de edição, uma marca registrada de todos os títulos da DarkSide® Books."




Quer ficar por dentro de todos os posts do Nostalgia Cinza? Então assine a newsletter! É só colocar seu email, prometo não encher sua caixa de entrada <3

You May Also Like

9 comentários

  1. Nunca li nenhum dos livros, mas conheço alguns da lista porque já vi resenha em outros blogs. O que me chamou mais atenção e que fiquei com vontade de ler foi Aconteceu naquele verão!
    Eu começei a ler Eleanor e Park no finalzinho do ano passado e tô terminando agora... Eu tô gostando bastante!!!
    www.boas-depapo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. They look interesting!!

    https://julesonthemoon.blogspot.it

    ResponderExcluir
  3. Oiiie

    Que legal!! Eu não li nenhum desses, acredita? Mas estou querendo ler o "Outros jeitos de usar a boca" :) Me falaram muito bem dele.

    Beijos!

    http://leelerblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oí! Boa postagem, eu gosto de suas dicas. Pessoalmente no ano passado li o livro It A Coisa de Stephen King. Além vi o filme e fiquei surpreso. O ator que fez o papel de Pennywise fa verdade fez um grande trabalho. It A Coisa se tornou em uma das minhas histórias preferidas. Eu li em uma resenha do filme It que teve muito sucesso. Você assistiu? Pessoalmente gostei muito da história por que não é tão previsível como outras. Eu recomendo o livro e o filme.

    ResponderExcluir